CAMPEONATO DE KART INDOOR - RESENDE

1º turno 3ª Etapa - Abril 2015


A tensão da terceira etapa do primeiro turno do campeonato Speed Kart começou pela manhã, bem antes da corrida. O tempo fechado e a previsão de chuva em Volta Redonda preocupava os pilotos. O temporal que atingiu a cidade pela manhã reforçou a ansiedade. As notícias que chegavam não eram boas, e tudo indicava que a prova seria disputada pela primeira vez no ano ou em pista molhada ou debaixo de chuva mesmo, o que obrigaria o uso dos karts de 6,5 HP.
Mas à tarde o tempo abriu, São Pedro colaborou e às oito e meia da noite a pista já estava totalmente seca, sem nenhuma poça. Alívio e satisfação para quem queria mais uma bateria com muita velocidade e disputas acirradas.
Depois de um rápido breefing, os pilotos já utilizaram a nova tecnologia criada pelo piloto e profissional de TI Hudson Ribeiro para a definição dos karts. Eles foram sorteados por um aplicativo que pode ser acessado pela internet, aposentando os clássicos "papéizinhos" de antigamente.
O grid já estava definido pelo resultado da prova anterior. E ficou assim: Dino Lopes, Vagner Vieira, Daniel Almeida, Rodrigo Caldas, Marcio Barbosa, Hudson Ribeiro e Diego Gavazzi. Leonardo Carvalho, Guilherme Rodrigues, João Carlos Frontarolli, Dalila Lemos e Vinicius Lima largaram nas últimas posições pois não participaram da etapa anterior. Como de costume, César Bastos largou lá atrás, do meio do circuito.


As três voltas de aquecimento serviram para os novatos conhecerem o kart e para os mais experientes avaliarem as condições da pista. Hudson Ribeiro e Diego Gavazzi largaram bem, contornando a primeira curva por fora e conquistando posições. Mas logo na chicane Diego tentou uma ultrapassagem por dentro, tocou em Hudson e foi parar na grama. Acabou ficando pra trás. Hudson seguiu e assumiu a liderança ainda na primeira volta.
Vinicius Lima teve problemas no kart e abandonou. Ainda conhecendo o esporte, o casal Dalila Lemos e Guilherme Rodrigues viravam sempre acima de um minuto, mas melhoravam a cada volta. Um pouco mais rápidos, Leonardo Carvalho e João Carlos Frontarolli brigavam pela oitava colocação.
Lá na frente, Hudson Ribeiro voava. Era o único a virar abaixo de 58, com excessão de César Bastos. Rodrigo Caldas e Vagner Vieira vinham logo atrás, virando na casa de 58, mas rodaram e perderam tempo. Em boa corrida de recuperação, Diego Gavazzi escalou o grid até a segunda posição, mas a essa altura já muito longe de Hudson, que só administrou até cruzar em primeiro lugar, com tempo total de 17:43.180. De quebra, ainda marcou a melhor volta da etapa: 00:57.449.
Diego Gavazzi cruzou em segundo, com Daniel Almeida em terceiro. Em sua melhor corrida até agora, Dino Lopes comprovou sua impressionante evolução. Incomodou o pelotão da frente o tempo todo, terminou em quarto lugar e cravou a segunda melhor volta da noite: 00:58.048 .
Márcio Barbosa, vencedor da primeira etapa, foi o quinto. Rodrigo Caldas e Vagner Vieira cruzaram logo depois, seguidos de Leonardo Carvalho, Guilherme Rodrigues, João Carlos Frontarolli e Dalila Lemos.
Com a vitória, já considerando o descarte, o atual campeão Hudson Ribeiro soma agora 28 pontos e chega à liderança do campeonato. Diego Gavazzi tem o mesmo número de pontos, mas fica em segundo pelo critério de desempate. Com 25, Marcio Barbosa completa a lista dos três primeiros colocados. E que venha a quarta etapa!